Guimarães Jazz 2008 (17ª Edição)

Kurt Elling Quartet, Steve Coleman and Five Elements, Django Bates and StorMCHaser, Marcus Strickland Quintet, The Cookers, Kenny Barron Trio e Metropole Orchestra – com direcção de Vince Mendoza e com Peter Erskine como solista convidado – são algumas das propostas musicais que integram o cartaz da 17ª edição do Guimarães Jazz.

Para além destes concertos, o Guimarães Jazz 2008 apresenta também um amplo programa de actividades que inclui as já históricas jam sessions, oficinas de jazz, uma conferência com Django Bates, exposições, cinema, entre outras.

A primeira série de concertos foi estruturada seguindo uma ideia que assenta na diversidade de estilos e na multiplicidade das formas. Para além das suas próprias singularidades, as escolhas da primeira semana do Festival têm como elemento agregador a predominância da voz, experimentada sob diferentes abordagens e contextos. Com Kurt Elling, a voz é retomada na visão clássica de cantor de jazz, acrescida de novas ideias nas reinterpretações do legado musical deixado por grandes nomes da história do jazz cantado. Steve Coleman and Five Elements, um dos nomes fundamentais da M-BASE, procuram uma integração de estilos musicais apoiados num poderoso sentido rítmico, recorrendo à voz como mais um instrumento na unidade do quinteto. Com Django Bates and StorMCHaser, o seu novo projecto para orquestra, a música encontra pontes e contactos com toda a espécie de objectos sonoros do quotidiano, enquanto a voz é utilizada para passar mensagens mordazes através de um apurado sentido de humor, ao mesmo tempo que se desdobra como mais um instrumento no âmbito da orquestra. O Projecto TOAP/Guimarães Jazz apresenta uma proposta que envolve músicos portugueses e estrangeiros num concerto original, concebido para ser registado e posteriormente editado. O concerto da Big Band da ESMAE será, mais uma vez, o ponto culminante de uma intensa semana de workshops e ensaios para jovens músicos, liderados por Marcus Strickland e pelos músicos que o acompanham.

No segundo fim-de-semana, o programa mantém um conjunto de pontos musicalmente identificativos e já desenvolvidos em anos anteriores, acrescidos de mais uma nova experiência musical, produzida por um projecto para grande orquestra, nunca antes apresentado. A começar a segunda volta de concertos está o Quinteto de Marcus Strickland, liderado por um dos mais novos e promissores instrumentistas do jazz actual. Este concerto reitera o interesse do Guimarães Jazz em dar a conhecer artistas talentosos em ascensão na cena jazzística internacional. Segue-se uma celebração do 70º Aniversário de Lee Morgan, um extraordinário trompetista precocemente desaparecido, com a reunião de um conjunto notável de boppers, destacando-se as presenças de Bennie Maupin e Billy Harper, músicos que tocaram com L. Morgan, além de David Weiss, Cecil McBee e Billy Hart, numa celebração cujo significado remete para um momento histórico de consagração. Kenny Barron Trio reafirma o interesse do Guimarães Jazz em explorar o piano trio como proposta fundamental e essencial na determinação da identidade deste Festival, servindo também meio de divulgação e momento de culto no contexto do programa. Por fim, a Metropole Orchestra traz um grupo alargado de 60 músicos, sob a direcção de Vince Mendoza, um dos mais importantes compositores e arranjadores da actualidade. A Metropole Orchestra, com V. Mendoza e Peter Erskine como solista convidado, propõe-se a tocar composições da autoria de V. Mendoza, Wayne Shorter e Joseph Zawinul, temas fundamentais do legado do jazz adaptados e arranjados para grande orquestra.

Em 2008, o Guimarães Jazz espera continuar a ser um ponto de encontro e de celebração para todos os que se interessam pelo jazz, esperando também continuar a atrair ao Festival todas as pessoas que desejem iniciar a sua procura pessoal pelo espaço criativo descoberto por esta música. (texto d’A Oficina)

Programação:

dia 13 de Novembro – Kurt Elling Quartet
Grande Auditório | Início 22:00h | Entrada 15€ (2ª Plateia s/ desconto)

Numa altura em que as vozes masculinas no jazz são raras, Kurt Elling é considerado por muitos “o mais completo e talentoso cantor de jazz da actualidade”. A sua discografia conta com seis CD’s gravados para a editora Blue Note, nomeados para os Grammy Awards […] Os seus mais recentes trabalhos são Man in the Air (2003) e Nightmoves (2007). Entre as características pessoais, destacam-se o domínio técnico de uma voz de barítono cujo alcance é de quatro oitavas, a profundidade das interpretações, o forte sentido rítmico e o vasto fraseado de dinâmicas produzidas que faz com que seja muitas vezes olhado como um verdadeiro instrumentista.

Ficha Técnica:
Voz – Kurt Elling
Piano – Laurence Hobgood
Contrabaixo – Rob Amster
Bateria – Kobie Watkins

dia 14 de Novembro – Big Band do ESMAE com Marcus Strickland
Pequeno Auditório | Início 18:00h | Entrada Livre

dia 14 de Novembro – Steve Coleman and Five Elements
Grande Auditório | Início 22:00h | Entrada 15€ (2ª Plateia s/ desconto)

Saxofonista e compositor, Steve Coleman nasceu em Chicago, em 1956, onde fez a sua formação musical académica, mudando-se para Nova Iorque em 1978. Nesta cidade tocou em várias big bands e, como sideman acompanhou músicos como David Murray, Dave Holland, Mike Brecker e Abbey Lincoln. No entanto, era nas ruas de Manhattan que ia tocando com a sua banda, Five Elements, com a qual gravou os primeiros discos e muitos outros que se seguiram (o mais recente em 2006) e com a qual continua a apresentar-se regularmente em concertos. […] Steve Coleman realiza, indubitavelmente, uma abordagem muito singular à música, marcada por uma particular concepção metafísica do mundo. Com uma extensa discografia como líder, produtor ou sideman, e uma larga experiência como professor, Steve Coleman é um dos músicos mais influentes do jazz contemporâneo.

Ficha Técnica:
Saxofone alto – Steve Coleman
Trompete – Jonathan Finlayson
Trombone – Tim Albright
Voz – Jen Shyu
Contrabaixo – Thomas Morgan
Bateria – Tyshawn Sorey

dia 15 de Novembro – TOAP Colectivo
Pequeno Auditório | Início 17:00h | Entrada 5€

dia 15 de Novembro – Django Bates and Stormchaser
Grande Auditório | Início 22:00h | Entrada 15€ (2ª Plateia s/ desconto)

Compositor criativo e músico virtuoso, Django Bates nasceu em Kent – Inglaterra, em 1960. Teve lições de piano, violino e trompete, frequentou o Royal College of Music em Londres, onde estudou composição, curso que deixou duas semanas depois, tendo optado pelo jazz e assumindo-se como músico independente, compositor e autodidacta. […] Mais recentemente foi director artístico do Fuse Leeds04 – uma bienal de música que celebra a riqueza e a diversidade da actual cena musical. Em Julho de 2005 foi nomeado professor de música no prestigiado Conservatório de Música Rítmica de Copenhaga, na Dinamarca.

Ficha Técnica:
Voz e sino tibetano – Josefine Lindstrand
Flautas – Julie Kjær
Clarinetes – Bo Skjold Christensen
Saxofones alto e soprano – Anders B. Kristensen e Aske Drasbæk Philipsen
Saxofone tenor – Julian Argüelles e Martin Stender
Saxofone barítono – Johan Bylling Lang
Trompete – Lars Søberg Andersen e Jimmy Nyborg
French Horn – Ulrik Kofoed
Trombone – Kevin Christensen
Trombone baixo – André Jensen
Tuba – Daniel Herskedal
Guitarra – Christian Bluhme Hansen
Baixo eléctrico – Petter Eldh
Bateria – Rasmus Lund
Percussão – Mikkel Schnettler
Telcados e eb tenor horn – Django Bates

dia 19 de Novembro – Marcus Strickland Quintet
Grande Auditório | Início 22:00h | Entrada 5€

Jovem saxofonista soprano e tenor, Marcus Strickland distingue-se pela desenvoltura instrumental da sua técnica, mas também pelo facto de ser ainda muito jovem. Strickland nasceu em 1979 em Miami – Florida, mas mudou-se para Nova Iorque em 1997. […] Em 2006, foi distinguido pelos leitores da prestigiada revista JazzTimes que o nomearam Melhor Artista Revelação, e em 2008 pelos críticos da revista Downbeat. Recentemente abraçou um projecto pessoal mais ambicioso, criando a sua própria editora, Strick Muzik, na qual editou, em 2006, o bem sucedido CD duplo Twi-Life e, em 2007, realizou um álbum ao vivo, Open Reel Deck. O futuro parece bastante promissor para este músico e o mais impressionante é que a sua carreira ainda está só a começar.

Ficha Técnica:
Saxofones – Marcus Strickland
Trompete – Jason Palmer
Piano – David Bryant
Contrabaixo – Luques Curtis
Bateria – John Davis

dia 20 de Novembro – The Cookers
Grande Auditório | Início 22:00h | Entrada 10€ (2ª Plateia s/ desconto)

Instrumentista de apurada técnica e invenção, Lee Morgan foi um dos melhores trompetistas da década de 60. Morreu precocemente aos 33 anos de idade, o que o impediu de desenvolver todas as suas potencialidades. Considerado discípulo de Clifford Brown, Lee Morgan era dotado de uma técnica e de um virtuosismo poderoso e potente nos registos mais altos. […] Um conjunto de excepcionais músicos: James Spaulding, George Cables, Cecil Mcbee e Billy Hart, reúnem-se neste marecido tributo a Lee Morgan.

Ficha Técnica:
Saxofone tenor – Billy Harper
Saxofone e clarinete baixo – Bennie Maupin
Saxofone alto – James Spaulding
Piano – George Cables
Contrabaixo – Cecil McBee
Bateria – Billy Hart
Trompete – David Weiss

dia 21 de Novembro – Kenny Barron Trio
Grande Auditório | Início 22:00h | Entrada 10€ (2ª Plateia s/ desconto)

Kenny Barron nasceu em Filadélfia, em 1943 e é considerado “um dos maiores pianistas de jazz do mundo”. Tendo acompanhado alguns dos grandes nomes desta música, adaptou-se com facilidade a todos os contextos que lhe surgiram e tem conseguido manter um elevado nível artístico nas suas prestações. Este facto permitiu-lhe desenvolver uma espécie de “talento de camaleão” que desencoraja qualquer tentativa de definir a sua singularidade. […] Na década de 90 obteve diversos prémios: Melhor Pianista de Jazz nas votações dos críticos de jazz nas revistas Jazziz em 1996; Jazz Times em 1997 e 1998; Downbeat em 1997, 1998 e 1999; Melhor Pianista de Jazz nas votações dos leitores das revistas Jazz Times em 1995 e 1996; Downbeat em 1997 e JazzIz em 1999. Em 1998 obteve ainda o New York Jazz Award para o melhor pianista e, em 2000, ganhou o prémio de Melhor Pianista atribuído pela Associação Americana de Jornalistas de Jazz.

Ficha Técnica:
Piano – Kenny Barron
Contrabaixo – Kiyoshi Kitagawa
Bateria – Johnathan Blake

dia 22 de Novembro – Metropole Orchestra conduzida por Vince Mendoza
Grande Auditório | Início 22:00h | Entrada 15€ (2ª Plateia s/ desconto)

Fundada por Dolf van der Linden em 1945, na Holanda, a Metrolope Orkest é actualmente, uma das mais importantes orquestras. Conhecida pelo seu vasto repertório, tem trabalhado com conceituados músicos da cena jazzística, mas também da música pop, recebendo grandes elogios pela qualidade dos seus desempenhos. […] Detentor de um avançadíssimo controlo sobre o tempo, de uma técnica de execução notável e de uma dinâmica muito singular, P. Erskine possui uma discografia impressionante como sideman e como líder, tendo composto obras para big band e pequenos ensembles, teatro e filmes de animação da Disney. Paralelamente, desenvolveu uma actividade pedagógica na formação de jovens músicos, editando diversos livros e DVD’s pedagógicos, no ensino da bateria.

Assinatura Guimarães Jazz 2008
Todos os espectáculos: 80,00€

Actividades Paralelas:

de 10 a 14 de Novembro – das 14h30 às 17h30
Oficinas de Jazz @ Centro Cultural Vila Flor

de 13 a 15 de Novembro – 24h00
Jam Sessions @ Ass. Cultural Convívio

de 20 a 22 de Novembro – 24h00
Jam Sessions @Centro Cultural Vila Flor

15 de Novembro – 18h30
Lançamento do CD – Guimarães Jazz / TOAP Colectivo “Vol.2” @ Pequeno Auditório

16 de Novembro – 16h00
Conferência com Django Bates @ Ass. Cultural Convívio

18 de Novembro – 21h45
Fim-de-semana no Ascensor (l’ascenseur pour l’échafaud) @ Pequeno Auditório

25 de Novembro – 21h45
Round Midnight @ Pequeno Auditório

de 01 a 30 de Novembro
Exposição de Fotografia @ São Mamede – Centro de Artes e Espectáculos

de 16 a 19 de Novembro – 22h00
Jam Sessions @ São Mamede – Centro de Artes e Espectáculos

1 Response to “Guimarães Jazz 2008 (17ª Edição)”



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Translate to English

Agenda

de 5 a 14 de Março - BragaJazz 2009 +info
27 e 28 de Fev | 6 e 7 de Mar - Seia Jazz & Blues 2009 +info
11 de Março - Wayne Shorter Quartet @ Casa da Música
14 de Março - Jeffery Davis @ Casa da Música


Para mais informações sobre os Clubes de Jazz acima mencionados, confiram o post sobre Clubes de Jazz em Portugal

Sugestões ou Críticas

Qualquer dica ou sugestão que tenham, assim como críticas ao blog, por favor enviem-me um E-mail para Enviar Mail

a

Calendário

Novembro 2008
M T W T F S S
« Out   Dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Quem me visita

Estatísticas

  • 208,921 Visitas

%d bloggers like this: