Lisa Ekdahl em Portugal

A sueca Lisa Ekdahl é um dos nomes maiores da nova geração de cantoras que se movem com igual à vontade nas áreas do pop e do jazz. A sua voz de menina, frágil e à flor-da-pele, não deixa ninguém indiferente.

Em 1990, Lisa Ekdahl começou a cantar jazz com o trio do pianista Peter Nordahl. Com apenas 23 anos, Lisa Ekdahl, compositora e letrista das suas próprias canções, lançou o álbum de estreia homónimo que a catapultou para a fama no seu país natal, atingindo a quádrupla platina ao fim de alguns meses.

A cantora sueca Lisa Ekdahl navega entre o smooth jazz e o pop, tendo atingido enorme sucesso ainda muito jovem, em meados da década de 1990.

Em 1998, o álbum Back to Earth de standards do jazz, o segundo gravado em inglês e, agora com o trio de Peter Nordahl, consagrou-a como uma das mais fascinantes vozes femininas contemporâneas. Bom exemplo disso é o facto da coreógrafa alemã Pina Bausch ter escolhido algumas das suas canções, ao lado de Nina Simone, Caetano Veloso ou Prince, para integrar o alinhamento dos espectáculos que vimos recentemente em Lisboa.

Sendo frequentemente comparada a cantoras como Norah Jones, Diana Krall, Stacey Kent ou Jane Monheit, Lisa Ekdahl possui um tom profundamente carregado de emoção e conquistou já por três vezes os prestigiados Grammy Awards.

Mais recentemente regressa às criações originais, destacando-se o trabalho com o songwriter e guitarrista Salvadore Poe. As sonoridades pop com influência da bossa nova não lhe trouxeram senão uma ainda maior legião de fãs.

Informações Úteis:

14 de Novembro – Centro Cultural de Belém | 21h | 27.50€
15 de Novembro – Casa da Música | 22h | 30€
16 de Novembro – Cine Teatro de Alcobaça | 21h30 | 15€

Anúncios

2 Responses to “Lisa Ekdahl em Portugal”


  1. 1 fragmentos culturais 17 Novembro 2008 às 12:40

    Devo dizer que fui grande fã de Lisa Ekdahl! E foi com essa convicção que me sentei na belíssima ‘Sala Suggia’ da casa da Música!

    No entanto, a sua prestação decepcionou-me!! Suponho que se não fosse o trio que a accompanhou, o concerto teria sido um fracasso!

    Apesar de um jogo de luzes lindamente contextualizado, um grupo de músicos coeso (referência muito especial para teclas/sopros), a cantora mostrou uma fragilidade vocal impressionante!
    Compará-la a Norah Jones ou Diana Krall ou Stacey Kent… é muito arriscado! A todas ouvi ao vivo, como apreciadora do jazz vocal feminino, e mostraram-se incomparavelmente superiores, quer musicalmente, quer a nível de voz bem colocada, sonoridades tímbricas que nada têm a ver com Lisa!

    Apenas uma opinião…

  2. 2 carlos castillo 17 Dezembro 2009 às 22:59

    Me encanta la letra de sus canciones te hace soñar fuera de este mundo


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Translate to English

Agenda

de 5 a 14 de Março - BragaJazz 2009 +info
27 e 28 de Fev | 6 e 7 de Mar - Seia Jazz & Blues 2009 +info
11 de Março - Wayne Shorter Quartet @ Casa da Música
14 de Março - Jeffery Davis @ Casa da Música


Para mais informações sobre os Clubes de Jazz acima mencionados, confiram o post sobre Clubes de Jazz em Portugal

Sugestões ou Críticas

Qualquer dica ou sugestão que tenham, assim como críticas ao blog, por favor enviem-me um E-mail para Enviar Mail

Entradas Mais Populares

a

Calendário

Novembro 2008
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Quem me visita

Estatísticas

  • 209,727 Visitas

%d bloggers like this: