Jamie no Coliseu

“Every song requested will be accepted in 50 euro bills, used women underwear and on clean men underwear…”, Jamie Cullum

“Coliseu dos recreios cheio. O barulho das conversas do dia-a-dia juntamente com a ansiedade pelo concerto, tornava o ambiente ensurdecedor. Eram milhares os que se juntavam nesta noite, entre os 5 e 75, para assistir ao 3º concerto de Jamie Cullum em Portugal. Perto do palco, uma placard gritava “A Genius has return” em letras gordas. Nisto, as luzes lentamente se apagam e dois jovens entram em palco empunhando um contra-baixo e uma guitarra. Nizlopi era como se chamava a banda que abria o concerto. A todos os fans de Jamie Cullum, aconselho vivamente, pois embora o estilo seja claramente diferente, as parecenças são por demais óbvias. John toca contrabaixo com um talento e fluidez incríveis, ao mesmo tempo, realço, que faz um beatbox espectacular, enquanto que Luke terá certamente uma das melhores vozes do ramo da actualidade.

Bom, mas que é que interessa o talento dos Nizlopi se nós viemos ver Jamie Cullum?! Pois bem, avancemos, pois o melhor estava bem longe de ter chegado. Quando o pequeno artista entrou em palco, as próprias paredes pareceram ruir, tal era o êxtase da multidão. No seu último concerto, em Cascais, Cullum veio acompanhdo por dois musicos. Desta vez eram 4. Um contrabaixista, um baterista, um saxofonista e um trompetista – todos fantasticos.

Não descrevo as músicas. Descrevo a actuação, que passou pelos tradicionais solos de jazz, até ao beatbox do hiphop, pelo samba, enfim por tudo! Aquele homem canta, aquele homem toca, aquele homem salta, aquele homem dança, ele faz tudo!

Devo recordar entre os momentos mais esplendorosos do concerto a estiga que deu a artistas como justin timberlake e pussycat dolls a cantar temas destes, o facto de ser ter deitado no chão do coliseu a cantar no meio do público, de ter posto inclusivé, tanto jovens como idosos aos pulos durante mais de meia hora, e por fim, sem duvida o mais memoravel: Já perto do fim, o artista diz ” se quiserem vir para perto do palco este é o vosso momento (para quem não sabe o coliseu tem lugares sentados). Eu sei que os seguranças vão tentar impedir-vos, mas se vierem todos ao mesmo tempo, eles não poderão fazer nada” e de repente, todo o coliseu correu para a frente do palco. (Eu pessoalmente fiquei a cerca de 3 metros do piano.) E a partir daqui foi indiscritível…

Para quem nao foi – devia ter ido

Para quem foi – ofereço 5 euros se já tiver ido a um concerto melhor

Uma ultima especial atenção aos fantasticos efeitos visuais que acompanharam todo o concerto…”

Autor: Manuel Jerónimo

4 Responses to “Jamie no Coliseu”


  1. 1 Tiago Pregueiro 17 Novembro 2006 às 19:41

    O autor deste post é um desequilibrado.😛 Por que raio publicaste o que ele escreveu ?😛 jk

    Abraço Manel😛

  2. 2 Diana Oliveira 21 Novembro 2006 às 16:20

    Odeio-te! Odeio-te a ti e a toda a gente que esteve naquele coliseu!!😦 ainda por cima escrevem textos bonitinhos pa fazer inveja ao pobo!!!
    enfim…ha pessoas com sorte!

  3. 3 Rita 23 Novembro 2006 às 13:26

    é kes fixe… e k? depois do café do DI decidiste adoptar uma postura mais adulta e universitária?… ta bem… tenho a dizer que es um bom actor! lol já agora… e convidar os amigos nao? isto de atingires o NIRVANA e nao querers partilhar é igoísta! podes dizer adeus à a ganza!!!!!!loooool baijinho!

  4. 4 Rita 23 Novembro 2006 às 13:59

    A little less conversation, a little more action please
    All this aggravation ain’t satisfactioning me
    A little more bite and a little less bark
    A little less fight and a little more spark
    Close your mouth and open up your heart and baby satisfy me
    Satisfy me baby

    Baby close your eyes and listen to the music
    Drifting through a summer breeze
    It’s a groovy night and I can show you how to use it
    Come along with me and put your mind at ease

    A little less conversation, a little more action please
    All this aggravation ain’t satisfactioning me
    A little more bite and a little less bark
    A little less fight and a little more spark
    Close your mouth and open up your heart and baby satisfy me
    Satisfy me baby

    Come on baby I’m tired of talking
    Grab your coat and let’s start walking
    Come on, come on
    Come on, come on
    Come on, come on
    Don’t procrastinate, don’t articulate
    Girl it’s getting late, gettin’ upset waitin’ around

    A little less conversation, a little more action please
    All this aggravation ain’t satisfactioning me
    A little more bite and a little less bark
    A little less fight and a little more spark
    Close your mouth and open up your heart and baby satisfy me
    Satisfy me baby


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Translate to English

Agenda

de 5 a 14 de Março - BragaJazz 2009 +info
27 e 28 de Fev | 6 e 7 de Mar - Seia Jazz & Blues 2009 +info
11 de Março - Wayne Shorter Quartet @ Casa da Música
14 de Março - Jeffery Davis @ Casa da Música


Para mais informações sobre os Clubes de Jazz acima mencionados, confiram o post sobre Clubes de Jazz em Portugal

Sugestões ou Críticas

Qualquer dica ou sugestão que tenham, assim como críticas ao blog, por favor enviem-me um E-mail para Enviar Mail

a

Calendário

Novembro 2006
M T W T F S S
« Out   Dez »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Quem me visita

Estatísticas

  • 208,928 Visitas

%d bloggers like this: