Jam Sessions

Uma Jam Session é um acto musical em que os músicos se juntam e começam a improvisar sem qualquer preparação, sem nada planeado.

Muitos acreditam que Jam provém da palavra jam que em inglês significa geleia, ou seja, a mistura de vários estilos. Outras pessoas acreditam que é uma sigla para Jazz After Midnight

Com a popularização do termo, este passou a ser usado em outros tipos de música para além do Jazz, como por exemplo, no Rock em bandas como The Jimi Hendrix Experience e Nirvana.

Uma das características atraentes deste género de actuação, quando utilizado no Jazz, é a informalidade do mesmo perante o público. São sessões de música que se prolongam noite fora, começando já bastante tarde, normalmente a partir da meia-noite e não têm hora para acabar. Podem ser bastante prolongadas chegando a durar algumas horas, dependendo da animação do grupo e do público. É considerado por muitas pessoas como um momento único de festa e de ritualização musical.

Deixo aqui um exemplo de uma Jam Session que decorreu em Lisboa no Tejo Bar:

Apesar de ser um estilo de actuação que permite bastante liberdade ao músico, este tem também regras, de entre elas destacam-se: não se pode interromper os solos de outros músicos, tem que se saber quando tocar, não tocar muito se não souber o que se tocar, dar oportunidade a todos os músicos de tocarem em tempo igual, estas e outras regras podem ser encontradas aqui.

Durante a Segunda Guerra Mundial, em Nova Iorque, existiam vários cafés onde se realizavam as jam sessions, por exemplo, no Minton Playhouse, onde tocaram ainda grandes nomes como, Dizzy Gillespie, Charlie Parker, Thelonious Monk, entre outros. O que não faltavam eram concursos para ver qual o melhor improvisador, por exemplo, o músico teria que acompanhar a banda da casa fazendo também os seus próprios solos, improvisando sempre.

Anúncios

9 Responses to “Jam Sessions”


  1. 1 susanacosta 07 Novembro 2006 às 22:25

    Sem duvida dá para ver que tens uma paixão enorme pelo jazz e tudo o que o rodeia… já tinha ouvido falar destas sessões mas nada como aqui descrito. Sem duvida escreves muito bem, tens uma boa capacidade de síntese e nao deixas escapar nunca o essencial… Continua, vais mesmo muito bem…

  2. 2 Tiago Pregueiro 09 Novembro 2006 às 23:56

    “Muitos acreditam que Jam provém da palavra jam que em inglês significa geleia, ou seja, a mistura de vários estilos. Outras pessoas acreditam que é uma sigla para Jazz After Midnight”

    Desconhecia por completo esta abreviatura… Associava Jam a movimento e a diversidade, mas nunca associei a jam (geleia) e muito menos a Jazz After Midnight! Muito fixe 😉

    Mais um bom post… sim senhor… Mas se em vez de escreveres fizesses os putos dos trabalhos de mp1 e pp1 eras bem mais esperto 😛

  3. 3 pedropregueiro 09 Novembro 2006 às 23:58

    LOL tou á espera que mos faças… 😛

  4. 4 Pedro Ribeiro 12 Novembro 2006 às 03:17

    nao ligues ao teu irmao pah!
    ele nao e exemplo para ninguem!
    lol
    quanto as jam’s
    gostava de participar mas duvido que fosse bem vindo nesse mundo visto que nao seria uma coisa “normal” mas sim a adaptaçao ao contemporaneo, e ainda levava com um violoncelo na cabeça:S … acho que hoje em dia nao ha um livre transito musical, por outras palavras, existem certos estilos musicais que se preferem manter intocaveis, e reprimem todas as adaptaçoes…
    bom post
    abraço

  5. 5 fátima 14 Fevereiro 2008 às 23:51

    A mais de 08 anos que trabalho no festival de música, na primeira semana de setembro em Itajaí,SC. A grande maioria da pessoas não sabem o significado da palavra jam session, como trabalho nas jam sessions do festival,q acontecem depois do shows do teatro municipal, sempre um show a nivel nacional,quis saber direitinho para explicar ao público, mas na realidade o que interessa mesmno é saber ouvir, pois sem querer desmerecer outros lugares, aqui acontecem uma das melhores jams do planeta, numa mesma noite reuniram-se no palco Arismar do Espirito Santo, músicos da banda da Gal Costa e muitos outros q estavam na cidade, foi memorável. Acontece uma semana inteira. A cidade respira música e é muito bom poder estar no meio disto tudo, quando puderem venham dar uma espiada é muito legal. um abraço.


  1. 1 Tejo Bar « All That Jazz Trackback em 18 Dezembro 2006 às 01:06
  2. 2 Festival Seia Jazz & Blues « All That Jazz Trackback em 24 Fevereiro 2007 às 01:09
  3. 3 InJazz 2007 « All That Jazz Trackback em 01 Março 2007 às 23:47
  4. 4 5ª Festa do Jazz do São Luiz « All That Jazz Trackback em 10 Maio 2007 às 22:03

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Translate to English

Agenda

de 5 a 14 de Março - BragaJazz 2009 +info
27 e 28 de Fev | 6 e 7 de Mar - Seia Jazz & Blues 2009 +info
11 de Março - Wayne Shorter Quartet @ Casa da Música
14 de Março - Jeffery Davis @ Casa da Música


Para mais informações sobre os Clubes de Jazz acima mencionados, confiram o post sobre Clubes de Jazz em Portugal

Sugestões ou Críticas

Qualquer dica ou sugestão que tenham, assim como críticas ao blog, por favor enviem-me um E-mail para Enviar Mail

a

Calendário

Novembro 2006
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Quem me visita

Estatísticas

  • 209,990 Visitas

%d bloggers like this: