Tejo Bar

Não sei se se lembram, mas há uns tempos para cá escrevi um post sobre as Jam Sessions e na altura pus um vídeo de um bar chamado Tejo Bar. Agora, após uma visitinha, posso dar a minha opinião sobre o bar.

Pois bem, o Tejo Bar é um bar situado no coração de Lisboa, mais concretamente, em Alfama. Uma porta normal, como de qualquer casa, com apenas um letreiro a dizer Tejo Bar, leva-nos a uma “sala” minúscula com 10 mesas (aproximadamente) e cheia de fumo. Á primeira vista poderá mesmo parecer um género de tasco ou coisa parecida, mas, depois de estar lá um bocado, reparamos que é muito, mas muito diferente de um tasco. É como se fosse uma pequena sala de convívio. Tem posters, discos, fotos, entre outras coisas, penduradas nas paredes. Tem 3 guitarras pousadas, um órgão, um baixo, que qualquer pessoa pode pegar, mesmo sem saber tocar, e começar a dedilhar.

Pois bem, para confirmar isso que me tinham dito, peguei numa guitarra para dar uns toques apesar de saber pouco. Não imaginava eu que, passados 2 minutos, ia ter um piano a acompanhar-me e pessoas a cantar. Foi simplesmente genial, o homem que me acompanhava tem, de longe, o melhor dom que já vi. Eu começei a tocar uns acordes que formavam uma música que fiz, completamente desconhecida, mas ele, depois de tocar uma vez a música, começou a acompanhar-me, perfeitamente! Enquanto eu por vezes me enganava, ele não, nunca se enganava, era como se conhecesse a música. Entretanto tinham chegado outras pessoas que pegaram nas guitarras e começaram a tocar músicas brasileiras, Bossanova e MPB. Podiam nem se conhecer mas tocavam juntos como se fossem uma banda. Toda a gente no bar a cantar músicas como, Águas de Março, afinados. Depois tocaram Stand By Me e aí então nem vale a pena dizer nada, toda a gente simplesmente cantava e eles tocavam. Lindo… Depois começaram os jogos de cartas e xadrez entre todos. Ninguém era o melhor ali, toda a gente podia ganhar e toda a gente podia perder. Basicamente, entramos no bar era meia noite e pouco (não me lembro bem) e saímos ás 5 da manhã. Devem ter sido as 5 horas mais bem passadas e rápidas de toda a minha vida. Para quem gosta do ambiente é obrigatório ir. E, é preciso dizer que, não chegou a acontecer a que todos dizem ser, a melhor parte da noite, onde um senhor pega numa guitarra e começa a tocar e toda a gente a cantar uma música esquisita e a declamar poemas. Tive pena de não poder assistir a isso mas ficará para uma próxima, certamente.

Deixo aqui o mesmo vídeo do outro post porque aqui está melhor inserido:

About these ads

10 Responses to “Tejo Bar”


  1. 1 Tiago Pregueiro 18 Dezembro 2006 às 22:05

    Quando for à capital também quero ver isso… ta bem primaço? Tou a contar ctg para me levares lá! ;)

    Bom post! ;)

    P.S.: Aguas de Março – Grande música!!!

  2. 2 Manuel Jerónimo 18 Dezembro 2006 às 22:15

    Ta certo ta certo! fica prometido, mas tens de ca vir para isso acontecer!

    Abraço Primao!

    Ps- Ja te sinto falta

  3. 4 Diana Oliveira 21 Dezembro 2006 às 14:09

    Isso é que passar uma noite divertida!!

    Quando fui ai levaram-me po antigo bairro das messalinas! E a um bar de sandes, onde inclusive fomos todos maltratados! Já o Pedro é levado a bares alternativos espectaculares para passar noites inesqueciveis! Manel, se não querias que eu voltasse a Oeiras, podias me ter dito!! =PPPPP jk

    Parece-me que passaste mesmo uma grande noite!! :D

  4. 5 Dandy 06 Março 2007 às 20:41

    Saudações. Pelo tom da conversa creio que tiveste um encontro com o Aires no orgão :) Ele não sabe tocar, mas tem MUITO bom ouvido! :) Estou a meter alguns videos do Tejo Bar online, dá uma espreitadela em http://www.myspace.com/tejobar

  5. 6 Pedro Pregueiro 06 Março 2007 às 23:18

    O Aires é o irmão da namorada do meu primo :D. Foi ele que me levou lá… Ao melhor bar de sempre… Já fui ver o site e fiquei com uma vontade de enorme de lá voltar :P. Espero voltar dentro em breve :D. Parabéns pelo site.

  6. 7 Andre F. 19 Julho 2007 às 11:36

    O bar é fixe e tem muita manina á solta, á procura! E fechando portas a festa continua em casas alheias, do melhor. Grandes madrugadas.

  7. 8 Rosadinha 19 Outubro 2007 às 13:05

    Sò tenho mesmo a dizer que a primeira vez que entrei no Tejo senti exactamente o mesmo e desde esse dia nunca mais deixei de lá ir :)

  8. 9 Pedro Pregueiro 19 Outubro 2007 às 21:31

    É mesmo um bar muito acolhedor e, caso não morasse a 300 Km daí, também eu estaria aí sempre. :P

  9. 10 Tiago Oleirinha 09 Outubro 2012 às 22:34

    gosto muito do tejo bar sintome em casa é brutal!!!!!
    para mim é o bar dos artistas escondidos que se libertao no tejo bar!!!
    Abraço a todos


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s




Translate to English

Agenda

de 5 a 14 de Março - BragaJazz 2009 +info
27 e 28 de Fev | 6 e 7 de Mar - Seia Jazz & Blues 2009 +info
11 de Março - Wayne Shorter Quartet @ Casa da Música
14 de Março - Jeffery Davis @ Casa da Música


Para mais informações sobre os Clubes de Jazz acima mencionados, confiram o post sobre Clubes de Jazz em Portugal

Sugestões ou Críticas

Qualquer dica ou sugestão que tenham, assim como críticas ao blog, por favor enviem-me um E-mail para Enviar Mail

a

Calendário

Dezembro 2006
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Quem me visita

Estatísticas

  • 201,013 Visitas

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: